Terminando 2017 de Volta ao Japão!

Gás Mais Barato - para alguns - e Energia Elétrica Mais Cara - para quase todos - no Japão

A energia elétrica terá valores recalculados em quase todos os lugares do Japão a partir de fevereiro de 2018. Porém, o gás terá uma mínima redução de preço.

A energia elétrica terá valores recalculados em quase todos os lugares do Japão a partir de fevereiro de 2018. Porém, o gás terá uma mínima redução de preço.

Das 10 maiores companhias de energia elétrica do Japão, 9 anunciaram aumento a partir de fevereiro do ano que vem. O motivo, dizem elas, é o preço de importação do petróleo e carvão, combustíveis para a geração da energia elétrica. 
Siga nossas redes sociais
YouTubeInstagram
Facebook - Twitter

Segundo a imprensa japonesa (NHK), o aumento médio indicado pelas companhias de energia elétrica foi calculado com base no consumo das residências. Estes são os valores conforme a empresa fornecedora de energia: Okinawa Electric Power: ¥81 Hokkaido Electric Power: ¥62 Shikoku Electric Power: ¥47 Chugoku Electric Power: ¥39 Hokuriku Electric Power: ¥36 Tohoku Electric Power: ¥23 Kyushu Electric Power: ¥20 Tokyo Electric Power: ¥19 Kansai Electric Power: ¥5

Leia também: Rede ÆON terá sacolas de ano novo com TV 4K

A Chubu Electric Power, que atende a região de Tokai, decidiu não aumentar sua tarifa.

Leia também: Tradução Induz Brasileiros a Erro no Japão 

Quanto ao gás, dentre as 4 maiores companhias do setor, por conta da redução do preço de importação do gás natural liquefeito, duas delas vão reduzir seus valores. A redução média foi calculada também para as residências. A Kansai Gas diminuirá ridículos 6 ienes da fatura correspondente a fevereiro e a Toho Gas 2 ienes. A Tokyo Gas manterá o mesmo preço e a Seibu Gas decidiu aumentar seu preço em 1 iene.

Siga nossas redes sociais

Comentários