A Coreia do Norte Atacará o Japão?

Funcionário da Mitsubishi Comete Suicídio no Japão e Família Processa

Contratado após concluir o doutorado na universidade, com 25 anos, um funcionário da Mitsubishi cometeu suicídio.

Contratado após concluir o doutorado na universidade, com 25 anos, um funcionário da Mitsubishi cometeu suicídio.

Segundo a carta escrita e deixada por ele, o pano de fundo para o ato foi o "ijime empresarial", ou o bullying que sofreu no ambiente de trabalho. A família enlutada iniciou o processo contra a Mitsubishi, deu entrada no Tribunal de Tóquio requerendo indenização no valor de 118 milhões de ienes pela morte do filho.

Siga nossas redes sociais
YouTubeInstagram - Facebook - Twitter

Na carta deixada pelo filho, estava escrito “Vou me suicidar. Fui esmagado pela Mitsubishi”. De acordo com os advogados do caso, o homem cuja identidade não foi revelada pela imprensa japonesa ingressou na Mitsubishi em abril do ano passado. Ele concluiu o doutorado e, depois de contratado, passou por um programa de 2 meses de treinamento.

Leia também: Residentes Permanentes no Japão Correm Risco de Serem Deportados!

Em junho, foi transferido para a indústria de equipamentos de telecomunicação da empresa, na cidade de Amagasaki (Hyogo). Em novembro, ele tirou a própria vida em um local não revelado, dentro da província de Hyogo. O departamento para o qual o homem foi designado requeria alto conhecimento tecnológico para programação.

Leia também: Nacionalidade Japonesa Para Filhos de Estrangeiros Nascidos no Japão

Segundo os familiares, ele pedia instrução aos veteranos e aos chefes mas ninguém respondia. Era rejeitado e faziam-no de bobo, relata a família. Por isso o processo de compensação na inspetoria de normas trabalhistas. Os pais do rapaz entraram com um pedido de explicações sobre as causas do suicídio além da apresentação de desculpas, mas a empresa não correspondeu. “Não houve evidência de palavras de reprovação à personalidade tampouco de bullying”, respondeu a empresa.

Siga nossas redes sociais

Comentários