Japão Quer Retaliar Coreia do Norte Após Lançamento de Míssil

Após duas semanas de calmaria, novo míssil Norte Coreano desestabiliza a região

Após duas semanas de calmaria, novo míssil Norte Coreano desestabiliza a região

À imprensa japonesa, o Primeiro Ministro e vários acessores do governo japonês prometeram uma resposta diante de novas ameaças do gov. de Pyongyang.

Siga nossas redes sociais
YouTubeInstagram - Facebook - Twitter

O premiê Shinzo Abe disse que ministros das Relações Exteriores do Japão e da Coreia do Sul conversaram por telefone para discutir o último teste balístico da Coreia do Norte.

O conselheiro de segurança do Japão, Shotaro Yachi, também falou com os Estados Unidos

"Vamos coordenar de perto com os Estados Unidos e a Coreia do Sul para responder a essa situação"

O lançamento de um novo míssil, que voou por meia hora e atingiu altitudes inesperadas antes de cair no Mar do Japão é um desafio direto ao novo presidente sul-coreano, Moon Jae-in, eleito há cinco dias, e chega em um momento de escalada de tensões na Ásia.

Novamente, Conselho de Segurança das Nações Unidas deve se reunir amanhã para discutir o mais recente lançamento de míssil por parte da Coreia do Norte. Não que isso mude alguma coisa, pois há anos estão em vigor sanções diplomáticas e econômicas ao país asiático por causa de seu programa nuclear.

Ainda segundo a imprensa japonesa, o presidente russo, Vladimir Putin, disse ao novo presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in, que está preparado para desempenhar um papel construtivo na resolução da ameaça nuclear da Coreia do Norte

Enquanto as tensões sobem, continuaremos de olho.

Siga nossas redes sociais

Comentários