Robocraft - Esquadrão "Morri"!

Quando Até Sadomasoquismo Vira Piada - KonoSuba #4

Quando Até Sadomasoquismo Vira Piada - KonoSuba #4.1
Novamente, nossa linda deusa bêbada está morta de fome e sem dinheiro. O que será dos nossos aventureiros agora, que o quarto episódio começou?

Pelo menos desta vez o poder de “Steal” de Kazuma funcionou direito… E lógico que o frio, a fome e as desventuras desta guilda completamente destrambelhada só pioram quando uma linda garota (peituda, como todas as lindas garotas loiras deviam ser) arromba a porta da mansão vazia para anunciar um grande problema!

Após a abertura, descobrimos que aquela linda jovem, super feminina, de vestido, chapéu, pompa e peitões é Darkness - e, convenhamos, ela fica muito mais bonita sem aquela armadura toda. E Acqua pula em seus peitos, chorando, esfregando a cara em seus voluptuosos seios, para reclamar de Kazuma.

Aliás, eu já disse que ela tem peitos grandes?

Siga nossas redes sociais


Apresentações feitas, Darkness explica que voltou de sua temporada na mansão do senhor feudal daquelas bandas com um casamento arranjado com o filho deste. Contra sua vontade. E Kazuma tem a melhor ideia de todos os tempos: que ela aceite se casar para, logo em seguida, arruinar o matrimônio. E lógico que ele tem segundas intenções ao dizer isso.

Enquanto Megumin vai enfrentar monstros que cercam a cidade (já que, aparentemente, os roteiristas do anime não conseguem produzir um episódio onde apareçam todos os protagonistas ao mesmo tempo por mais de 40 segundos na tela), Kazuma decide se inspirar em Re: Zero Kara Hajimeru Issekai Seikatsu e servir de mordomo da Lalatina (ooops, Darkness) na mansão de sua família. E, de fato, ele se esforça para que dê tudo certo nesse encontro arranjado - por razões próprias, claro. Uma boca inútil a menos para alimentar nessa guilda-harém de desastradas fanservice.

Conheça também: Youjo Senki

Se eu pudesse resumir esse episódio em uma frase, definitivamente ela seria: Sadomasoquismo é pouco pra definir Darkness. Na verdade, isso é quase um elogio, já que ela diz que seu sonho é levar a vida de muitas donas-de-casa do Japão de hoje em dia, com um marido bêbado e abusivo a tiracolo, cheio de dívidas e que constantemente se sinta atraído por outras mulheres. Exatamente como muitos salaryman deste arquipélago…

Baltar, o pretendido, se envolve numa batalha de espadas de madeira com Darkness até quase matá-la e desistir da batalha. Nesse momento, quem o substitui é Kazulixo (ou Lixozuma, como você preferir), seu oposto natural que utliza magia para deixar Lalatina literalmente molhadinha e congelada. No meio do inverno.

Leia tudo sobre KonoSuba aqui!

A batalha continua, e nosso protagonista não consegue fazer outra coisa senão jogar sujo, aproveitando-se dos desejos pervertidos da garota para vencer a batalha. E desestabilizar psicologicamente o oponente é algo que nosso protagonista faz com maestria - principalmente quando isso significa fanservice e ângulos de câmera ginecológicos.

No clímax da batalha, quando nossa guerreira está, outra vez, seminua, molhadinha e caída no chão, aparece seu pai. E aí é que a coisa fica interessante… Mal posso esperar pelo próximo episódio!

Siga nossas redes sociais
YouTubeInstagram - Facebook - Twitter

Texto: Renato Brandão
Edição: Pocket Hobby