Robocraft - Esquadrão "Morri"!

Impressões Semanais: Drifters Ep 1

Impressões Semanais- Drifters Ep 1 - Pocket Hobby - www.pockethobby.com

Novo Anime da Temporada, Drifters conta a história de um guerreiro que participou da batalha de Sekigahara - e qualquer coisa que eu diga além disso é spoiler, então já fique avisado.

Após ser mortalmente ferido, esse samurai é transportado para uma espécie de mundo paralelo, onde encontra outros grandes nomes da história japonesa.

Antes de mais nada, preciso dizer: não é fácil assistir esse anime. Talvez, justamente por isso, que esse artigo esteja saindo tão atrasado.

Estou enrolando desde a semana passada para escrever, pois precisei assistir ao episódio de estreia umas quatro vezes, pesquisar livros de história em japonês e perguntar para vários conhecidos sobre alguns detalhes da trama.


Esse artigo é uma colaboração entre o Anime21 e o Pocket Hobby. Acesse também o Anime21!
Artigos episódio a episódio, primeiras impressões, artigos especiais e mais!

Apesar de morar no Japão, ter estudado um pouco de história japonesa durante a faculdade e, principalmente, ter bastante interesse na época medieval do oriente, sei que esse anime não é para qualquer um. Ele começa frenético, mostrando lindas cenas de luta num cenário que lembra bastante (pelo menos segundo um amigo japonês) pinturas antigas.

O que não explica, necessariamente, porque nosso protagonista, o guerreiro implacável Shimizu Toyohisa, usa uma jaqueta vermelha de couro que não tem nada a ver com as roupas tradicionais da época. Pelo menos para mim, essa é uma referência (mesmo que indireta) ao emblemático Akira - e um sinal claro da licença poética dos autores.


Outra coisa interessante de se notar é o nome do primeiro episódio, Fight Song. Imediatamente me lembrei de Marylin Manson. E, se você tem pelo menos uma noção de japonês, vai perceber como eles usam e abusam um linguajar de época, o que cai como uma luva no tema.

Não estranhe as armas de fogo rudimentares, os fuzis, as pistolas, arco-e-flechas... Na época da unificação do Japão, junto com as famosas katanas, essas armas (assim como as lanças e escudos) eram amplamente usados em batalhas.

Preste atenção aos efeitos sonoros também, que lembram um jogo de videogame, ao uso do termo "kubi" (pescoço em japonês, que antigamente significava também "cortar a cabeça", e hoje em dia é usado para se referir à demissão de alguém) e ao uso das cores durante a animação.

Quando escrevi sobre minhas primeiras impressões de Occultic;Nine (se você não leu, clique aqui), reclamei bastante do estilo da animação. Em Drifters, por outro lado, fiquei surpreendido pela alto nível dos desenhos, CGI, sombras, detalhes e transições.

Leia também: Primeiras Impressões* Occultic;Nine Ep 1

Aliás, muito do comportamento daquele salaryman ("funcionário de escritório") que fica no corredor de milhões de portas é o que, normalmente, eu encontro em repartições públicas japonesas. Inclusive aquele olhar meio vazio, meio demoníaco...

Após ser transportado para um novo mundo, Toyohisa é encontrado quase morto na floresta por criaturas que parecem elfos e é levado para umas ruínas, onde se encontra com ninguém menos que Oda Nobunaga, um dos homens que unificou o Japão e praticamente uma lenda nacional por aqui.

Impressões Semanais- Drifters Ep 1 - Pocket Hobby - www.pockethobby.com
  
Também conhecemos Nasu Suketaka Yoichi, uma general importante da época de Kamakura Bakufu.

Impressões Semanais- Drifters Ep 1 - Pocket Hobby - www.pockethobby.com

Detalhe importante: quando você começa a estudar um pouco sobre a História do Japão, percebe que ela foi construída em cima de muitas revoltas, guerras civis e combates entre clãs diversos. E é nesse ponto que o roteiro do anime fica complicado.

Após uma breve conversa entre os personagens, descobrimos que o trio vem de épocas diferentes do Japão, e nenhum deles sabe exatamente o motivo de estarem ali, muito menos como chegaram até aquele lugar.

Impressões Semanais- Drifters Ep 1 - Pocket Hobby - www.pockethobby.com
Imagem traduzida por um fansub mostrando com humor a divisão territorial do Japão antigo
Um monte de revoltas, kanpakus, e Toyotomi Hideyoshi à parte, o anime fala bastante sobre a história feudal do Japão, por isso é necessária alguma pesquisa se você realmente se interessar pelo título. E também muita licença poética para aceitar que, num mesmo mundo, existam soldados com ferramentas mais tecnológicas, como um par de binóculos, roupas camufladas e uma bola de cristal mágica que funciona como rádio.

O jeito é esperar pra ver como os roteiristas vão conseguir emendar essa cacetada de elementos distintos numa boa trama. Mas já sabemos que vai ter altas pitadas de magia nesse furdunço todo.

 Pocket Hobby - Anime 21


Quer se manter realmente atualizado? Clique!
Facebook - Twitter - Instagram

Texto: Renato Brandão
Edição: Pocket Hobby