Robocraft - Esquadrão "Morri"!

Motivos para Conhecer o Japão na Primavera

Pocket Hobby - www.pockethobby.com - Motivos para Conhecer o Japão na Primavera.jpg

Motivos para Conhecer o Japão na Primavera


A Primavera chegou no Japão, finalmente! Esta talvez seja a estação do ano mais aguardada, tanto pelos nipônicos quanto por amantes da Cultura Japonesa.

Sendo um país com quatro estações muito bem bem definidas, o Japão tem atrações encantadoras em cada uma delas: verão, outono e inverno possuem cada qual uma magia especial, costumes sazonais e uma beleza di tirar o fôlego.

Mas a primavera exerce um magnetismo diferente no imaginário dos turistas, e justamente por isso que muitos escolhem justamente este momento do ano para conhecer o país e sua árvore-símbolo, em todo seu esplendor.


Para quem já vive no Japão, esta também é uma hora de recomeço, renovação, já que em Abril os recém-formados saem em busca de trabalho, muita gente troca de emprego e se inicia um novo ano fiscal.

O rigoroso inverno termina e muitos se empolgam em passeios ao ar livre, portanto existem motivos de sobra para desfrutar as paisagens e conhecer os quatro cantos do arquipélago. Separamos todos eles abaixo.


Clima Agradável e Ameno


Pocket Hobby - www.pockethobby.com - Motivos para Conhecer o Japão na Primavera - Monte Fuji
Assim como no Outono, o clima de Primavera é agradável e propício para passeios ao ar livre, atividades como pique-nique e caminhadas. Depois do frio intenso do inverno, nada como dias ensolarados para as pessoas se sintam mais propícias a saírem de casa e explorarem as ruas floridas antes que o tórrido verão chegue. E, acredite, o verão é realmente terrível!

Para quem está a turismo, nada melhor do que passear pelas montanhas da Província de Nara e a antiga capital, Kyoto.

Comidas e Bebidas Temáticas Com Sabor de Sakura


Pocket Hobby - www.pockethobby.com - Motivos para Conhecer o Japão na Primavera - Bebidas
O Japão é campeão em produzir comidas e bebidas temáticas, edições limitadas e Kit Kats estranhos - e a maioria deles são vendidos nesta estação do ano. Existem bebidas energéticas e cervejas com sabor de flores de cerejeira, além de milkshakes de cereja e bolachas tradicionais vendidas apenas entre os meses de março e abril.

Até a Häagen-Dazs, famosa marca de sorvetes, vende potinhos especiais nessa época (encontrados em restaurantes, supermercados e lojas de conveniência. Portanto, se você pretende mergulhar a fundo na cultura japonesa, encontrará na primavera as embalagens mais fofas e criativas de todo o ano, além da infinidade de comidas sazonais que dá água na boca.

Jardins e Parques em Todo o Explendor


Pocket Hobby - www.pockethobby.com - Motivos para Conhecer o Japão na Primavera - Parques
O conceito dos jardins japoneses é tão importante que se tornou patrimônio arquitetônico mundial. De fato, os japoneses e seu conceito de arquitetura são bem diferentes do padrão ocidental (mesmo que ainda seja, para um ocidental como eu, difícil se acostumar às casas, edifícios e palácios nipônicos).

Embora abertos à visitação durante o ano todo, é na primavera os jardins de Kyoto, Tokyo e Nara ganham uma coloração especial e típica com o florescimento das cerejeiras. Outro fato curioso: muitos jardins japoneses foram construídos dentro das propriedades de governantes feudais ou de ricos aristocratas, como um lugar de lazer e retiro espiritual. Outros se ergueram ao redor de santuários xintoístas como forma de aproximar o homem da natureza, portanto visitar os jardins também é uma maneira agradável de se aprender um pouco sobre a história e cultura desse povo.

Já os jardins zen dos templos budistas são terrenos planos, com grandes pedras e forrados por cascalhos ou areia branca desenhados com padrões circulares. Estes jardins nos convidam a meditar e trabalhar a espiritualidade e, apesar de geralmente não possuírem árvores de cerejeiras, a primavera é um bom momento para conhecê-los, já que o mês representa renovação espiritual.


Quer se manter realmente atualizado? Clique!
Facebook - Twitter - Instagram

JAPÃO, 4 DE ABRIL DE 2016
Texto: Renato Brandão
Edição: Pocket Hobby

Comentários