Vamos a Nagoya Ver Tailandesas?

Toyota Aumentará Salários no Japão

Pocket Hobby - www.pockethobby.com - Toyota Aumentará Salários no Japão.jpg

Toyota Aumentará Salários


Tudo indica que a disputa financeira entre a Toyota Motor Corp. e seu sindicato de funcionários está caminhando para um fim: segundo fontes japonesas, as recentes negociações chegaram a um acordo financeiro.

A companhia ofereceu, nas tradicionais negociações salariais de primavera - que antecedem o início do novo ano fiscal em abril - um salário mínimo fixo de ¥1.500 por hora trabalhada (R$ 50,00) para todos os funcionários.

Esse salário-base corresponde à metade do valor que o sindicato pediu inicialmente, por isso a Toyota ainda ofereceu prêmios anuais (os famosos bônus, que raramente são pagos a estrangeiros) equivalentes ao salário de 7,1 meses.


A notícia é relevante por dois motivos: primeiro, desde que o governo do Primeiro Ministro Shinzo Abe decidiu pressionar as empresas para que aumentem os salários de seus funcionários, pouca coisa tinha mudado de fato - os pagamentos continuavam baixos, enquanto o custo de vida no arquipélago só aumentava.

O segundo motivo é que a Toyota detêm o posto de "montadora japonesa líder" e é considerada por especialistas como criadora de tendências, tanto no mercado automobilístico em geral quanto nas negociações anuais com os sindicatos. Suas concorrentes, incluindo a Nissan Motor Co., Suzuki e outras, devem também propor aumentos e ajustes finais em resposta aos ¥ 3.000 pedidos inicialmente pelos sindicatos (e provavelmente oferecerão os mesmos ¥1.500 que a Toyota).

Leia também: Policiais Japoneses Falando Português

Outras multinacionais e grandes empresas japonesas também se pronunciarão sobre a questão hoje, quarta-feira. Hitachi, Mitsubishi e empresas de eletrônicos também oferecerão uma média salarial de ¥ 1.500 / hora.

Segundo as fontes, a indústria siderúrgica local pretende oferecer um aumento de salário para ¥ 2.500 / hora no ano fiscal 2016-2017 (ano que vem), começando gradativamente com ¥ 2.000 concedido para o ano fiscal 2014-2015 (este ano).

Tais negociações vêm ocorrendo a, basicamente, dois anos. No entanto, Toyota, Hitachi e outras empresas-chave continuam cautelosas nas negociações, pois seus custos fixos incharam, o mercado de ações anda meio volátil e as incertezas sobre a China são crescentes.

E os estrangeiros, também ganharão aumento?


Para os brasileiros e demais estrangeiros que moram e trabalham no arquipélago, o jeito é esperar pra ver. Apesar de alguns reajustes pontuais, as empreiteiras às quais a maioria dos trabalhadores estão ligadas sequer participam das negociações de primavera, e normalmente possuem critérios próprios na hora de definir os salários dos seus funcionários.

Leia também: Imigração Deportará Residentes Permanentes Pra Fora do Japão

Prova disso é que muitas dessas empreiteiras sequer pagam bônus e outras gratificações, consideradas pelos sindicatos a moeda de barganha mais forte nas mesas de negociações (muitas vezes um salário-base menor é estipulado, em troca de gratificações mais gordas).

Contudo, tudo indica que, conforme os novos patamares de pagamento se solidifiquem no Japão, produzam um "efeito cascata" e atinjam, hora ou outra, todos os trabalhadores.


Quer se manter realmente atualizado? Clique!
Facebook - Twitter - Instagram

JAPÃO, 16 DE MARÇO DE 2016
Texto: Renato Brandão
Edição: Pocket Hobby
Com informações de JapanNews

Comentários