A Coreia do Norte Atacará o Japão?

Imposto de Renda: Governo Japonês quer abolir dependentes e esposas

Governo Japonês quer abolir dependentes, incluindo esposas, do Imposto de Renda

Governo Japonês quer abolir dependentes, incluindo esposas, do Imposto de Renda


Vivemos uma época conturbada no Japão, com impostos subindo (inclusive com aumentos nos preços de restaurantes e cigarros) e salários caindo.

Não suficiente, agora o Governo estuda medidas para modificar as regras do Imposto de Renda, proibindo que esposas empregadas em serviços temporários tornarem-se dependentes de seus maridos perante o Imposto de Renda.

Hoje, para serem incluídas como dependentes, as esposas ou filhos não podem ultrapassar rendimentos (ganhos) no valor máximo de até ¥1,03 milhão de ienes por ano.


Pois bem, parece que alguém não está gostando nada disso - e quer mudar a atual lei.

Algumas empresas já se reuniram com representantes do Ministério da Saúde, Trabalho e Bem-Estar a portas fechadas, cheias de sugestões que podem gerar mudanças neste sistema de dependentes para funcionários assalariados.

Leia também: Calcinhas-Kimono são Moda no Japão

O fato das mulheres que têm emprego fixo não receberem nenhum auxílio, ou de que este limite de renda acaba desanimando as esposas a trabalharem, foram algumas das questões levadas para a reunião. Já discutimos aqui no Pocket Hobby as intenções declaradas do Primeiro Ministro Shinzo Abe de forçar as mulheres japonesas no mercado de trabalho, e várias empresas sugeriram, durante este encontro, em abolir o sistema de dependentes para cônjuges e transformá-lo em auxílios financeiros para os filhos dependentes.

A reunião teve início nesta terça-feira (15), e o Ministério do Trabalho se pronunciou dizendo que pretende apresentar o resultado das discussões até março de 2016. Resta saber se uma possível mudança iria incentivar (ou obrigar) donas de casa a trabalharem ou, como me parece, todos sairão prejudicados outra vez.

Leia também: Ingredientes Vencidos na Universal Studios Japan e Nodovírus em Creches de Aichi

De fato, muita coisa irá mudar - para pior. É a "mão peluda do Estado", como diria um velhinho mais sábio do que eu...

Quer se manter realmente informado? Clique!
Facebook - Twitter - Instagram
JAPÃO, 16 DE DEZEMBRO DE 2015
Texto: Renato Brandão     Edição: Pocket Hobby
Com informações da mídia japonesa

Comentários