A Coreia do Norte Atacará o Japão?

Calcinhas-Quimono viram moda no Japão

 Pocket Hobby - www.pockethobby.com - Calcinhas Kimono Moda no Japão

Calcinhas-Kimono viram a nova moda do Japão


Convenhamos, eu já vi muita coisa estranha desde que cheguei à terra dos animes. Minha maior dificuldade, excluindo a comida, foi arrumar o guarda-roupa - pois a moda japonesa é uma mistura estranha de babados, roupas desemparceiradas e muita bizarrice.

Minha opinião como ocidental é de que existe muito charme nos ternos dos salaryman e nos uniformes de marinheiro das garotas colegiais, mas quando o assunto é moda, o Japão precisa de um belo banho de loja.

Os japoneses, quando não estão uniformizados, usam roupas espalhafatosas para expressar sua individualidade e, não raro, chegam às raias do ridículo ou cafona.


Obviamente, as vestimentas tradicionais do Japão são lindas: o kimono, por exemplo, é objeto de desejo no mundo todo, e os melhores exemplares dessas peças de roupa chegam a custar o preço de um carro de luxo. Mas, como sempre, o Japão não deixa de nos surpreender.

Com muita inspiração, um novo objeto de moda ganha as lojas japonesas: as calcinhas-kimono. Tecnicamente, essas roupa íntima é resultado da mistura entre as tangas ocidentais e o estilo japonês tradicional de vestuário.

Roupas íntimas com o charme do Japão Feudal


Fabricadas pela empresa Funty, as calcinhas são amarradas no quadril, do lado direito, para um ajuste exato, permitindo à pele que respire bem. A linha é fabricada com seda pura, garantindo conforto e luxo à peça, e possui três padrões. Confira as fotos:

Pocket Hobby - www.pockethobby.com - Calcinhas-Quimono são a nova moda do Japão - 1.
Modelo com flores de cerejeira vermelhas sobre fundo branco

Pocket Hobby - www.pockethobby.com - Calcinhas-Quimono são a nova moda do Japão - 2.
Modelo rosa sem estampa

Pocket Hobby - www.pockethobby.com - Calcinhas-Quimono são a nova moda do Japão - 3.
Calcinha de fundo branco com flores roxas e vermelhas

O preço é bem salgado - ¥7.800 (R$250,00) por cada peça, mas a originalidade vale o investimento. Elas podem ser compradas no site da empresa.

Quer se manter realmente informado? Clique!
Facebook - Twitter - Instagram

JAPÃO, 16 DE DEZEMBRO DE 2015
Texto: Renato Brandão     Edição: Pocket Hobby

Comentários