A Coreia do Norte Atacará o Japão?

Mania Hoarding? - Hobby News

Pocket Hobby - www.pockethobby.com - Hobby Extra - Colecionador ou Acumulador

Mania Hoarding


Hoje que fui perceber a quantidade de coisas que eu tenho. Fico pensando em como isso começou, por que dessa mania? Minha teoria gira em torno de algo genético (só pode ser!), pois minha mãe é igualzinha.

Só que o pecado do colecionador (o meu pecado) é que não basta ter alguma coisa - é preciso ostentar. Falando serio agora, ao contrário do que a maioria das pessoas "normais" imagina, o ato de acumular objetos em prol de um Hobby - mesmo que de bolso! - não segue apenas aquela velha mania de juntar um monte de coisas iguais.

A maioria dos verdadeiros colecionadores que eu conheci são organizados, estudam muito sobre cada peça que possuem ­e sempre contam alguma historia interessante sobre seus objetos.


Engana-se quem pensa que colecionador não sofre preconceito, como já havia dito antes, a maioria das pessoas confundem o ato de colecionar com simplesmente aquela mania hoarding de acumular coisas indiscriminadamente, e isso não tem nada a ver, afinal quem coleciona tem um cuidado especial com cada objeto de sua coleção.

Quem é Colecionador e quem é Hoarding?


Além de serem confundidos com acumuladores desvairados, os colecionadores são também confundidos com desocupados e, em alguns casos, pessoas infantis. Ai você me pergunta “Qual o motivo disso?!” Bem, é que existe uma classe (não sei se posso chamar de classe) de gente que  coleciona brinquedos ou produtos que a maior parte das pessoas acham que são feitos exclusivamente para as crianças.

Leia também: Abrindo as Portas no Japão

Action Figures, jogos ou consoles de videogames e histórias em quadrinhos estão nessa lista.  Mas colecionar tais artefatos requer muita dedicação e paciência, dependendo do objeto que se é colecionado a “brincadeira” pode sair (muito!) cara, existem coleções desses produtos que esbarram na casa dos milhões de dólares.

Leia também: Boatos sobre uma Nova Era do Gelo

Hoje em dia, aqui no Brasil pelo menos, está cada vez mais difícil manter tais hobbies, pois se os tributos já não facilitam a aquisição de bens básicos de consumo, quem dirá esses "mimos" que tanto estão relacionados com a futilidade...

Enfim, colecionar é uma atividade democrática, apesar de tudo; pode-se colecionar qualquer coisa, desde tampinhas de garrafa até carros de luxo italianos, tudo depende dos seus hábitos, das suas prioridades e de quanto se esta disposto a gastar (em questão de tempo e dinheiro).

Quer se manter realmente informado? Clique!
Facebook - Twitter - Instagram

BRASIL, 18 DE AGOSTO DE 2015

Texto: Colaboração de Vanessa Braga
Revisão: Renato Brandão     Edição: Pocket Hobby

Comentários