Vamos a Nagoya Ver Tailandesas?

O adolescente que desafiou o Instagram - Hobby Extra


Pocket Hobby - www.pockethobby.com - Hobby Extra - O adolescente que desafiou o Instagram

Aqui no Pocket Hobby, nós adoramos o Instagram, comprado por Mark Zuckembfadsyb ano passado a preço de ouro. Com usuários fiéis, hoje o aplicativo de fotos é usado por fotógrafos profissionais, empresas, pessoas comuns e nós, que sempre colocamos fotos autorais, com foco no cotidiano do Japão. Aliás, caro leitor, você deveria seguir a gente lá também.

Um jovem californiano de 17 anos então decidiu desenvolver um app chamado Uploader for Instagram, que faz exatamente o que o nome sugere: permite ao usuário subir suas fotos diretamente do computador para seu perfil.

Os executivos e desenvolvedores do Instagram, por sua vez, não gostaram nada disso.

Originalmente desenvolvido para as plataformas mobile, o Instagram vale atualmente 35 Bilhões de Dólares, mas peca terrivelmente ao obrigar seus usuários a "upar" (inserir) suas fotos exclusivamente através de um smartphone ou tablet - e era sobre essa "falha" de usabilidade que o app de Caleb Benn faturava uma graninha.


Dois pontos, basicamente, estão em jogo aqui: primeiro, Caleb vende seu app na Mac App Store pelo equivalente a cinco dólares, e afirmou à CNN que está faturando mais de U$ 1.000,00 por dia com isso. Para fazer sua ideia funcionar, ele trabalhou durante um final de semana hackeando a API do Instagram (cujo acesso é restrito) para incorporar a funcionalidade de postagem através de um computador - o que ele mesmo já admitiu em entrevistas.

Ou seja, ele violou os termos de uso do aplicativo - e está faturando muito dinheiro com isso. Mas quem, afinal de contas, lê aquelas letrinhas miúdas?!

Apesar de ter sido imaginado como um produto que pretendia "capturar momentos" de várias pessoas através de seus telefones celulares - uma espécie de haicai visual contemporâneo - hoje os melhores e mais conhecidos perfis são de fotógrafos profissionais e hard users do Photoshop, como o italiano Simone Bramante, o astronauta russo Oleg Artemyev e o viajante profissional Murad Osmann (aliás, que profissão legal essa né?). Poucas pessoas publicam suas fotos sem, pelo menos, um retoquezinho aqui ou ali.

Leia também: A Mansão mais Sombria

Bilionário como é, o Instagram poderia resolver o problema de três maneiras: pedir à Apple que retirasse do App da loja, consertar a falha/brecha em sua API ou, a pior solução de todas, processar o garoto, colocar dezenas de advogados, ordens judiciais e leis de direitos de uso para sugar cada centavo que o jovem possa ter conseguido nas poucas semanas de existência de seu app.

O Uploader for Instagram, além de não ser o único do ramo, expôs uma falha crítica da rede social: já passou da hora do Instagram se modernizar - começando por uma versão web que traga mais funcionalidades para seus usuários.


Quer se manter realmente informado? Clique!

Facebook - Twitter - Instagram

Texto: Renato Brandão     Edição: Pocket Hobby
Publicado em 02 de abril de 2015 - Atualizado em 27 de maio de 2015

Comentários