Robocraft - Esquadrão "Morri"!

Mudanças no seu parceiro de viagem - Hobby Trip

Pocket Hobby - www.pockethobby.com - Hobby Trip - Viajar de Carro .
Mudanças no seu parceiro de viagem

Novo Ano, Novas Regras, Novas Placas


Texto: Renato Brandão
Edição: Pocket Hobby

Viajar é sempre bom: fazer malas, aprender a lidar com imprevistos, conhecer novas culturas, sair por algum tempo do "mundinho" que nos cerca, quebrar a estafante rotina do dia-a-dia... As experiências proporcionadas por um simples passeio, mesmo aquele que começa atrás do volante, permanecem durante toda uma vida.

Nem todas as viagens marcantes da sua vida precisam ser internacionais - ou mesmo feitas de avião. Muitos brasileiros cruzam a Ponte da Amizade e entram no Paraguai com seus próprios carros; outros vão à praia, passam dias com parentes em outras cidades ou conhecem novos lugares confiando na capacidade do velho motor à combustão. E quantos argentinos não entopem, neste momento, para desespero de muitos, cidades costeiras da Região Sul do Brasil?

Leia também: Os Piores Lugares do Mundo

"Brasileiro adora carro", isso é o que dizem; e, apesar de termos os piores e mais caros veículos do mundo, as coisas ficarão, a partir de agora, ainda mais difíceis; mudanças na legislação irão interferir diretamente no bolso das pessoas. Veja e entenda as principais:




- Nova Placa Unificada do Mercosul: O Detran divulgou, em dezembro de 2014, um novo modelo de placas veiculares que será usado no Brasil, Argentina, Paraguai e Venezuela. Além de feia, a nova placa acarretará em outra despesa adicional para a compra e substituição, à exemplo da troca de extintores de incêndio*. Desnecessária, a regra passará a valer a partir do ano que vem, portanto prepare o bolso!




- Lei 13.043/2014, ou "Lei do Calote": desde o ano passado está mais fácil para as instituições financeiras reaverem carros e motos com atrasos no financiamento ou problemas de inadimplência. A regra dá às instituições facilidades jurídicas como uma liminar judicial de busca e apreensão de bens nos chamados "plantões judiciários", que a concedem na mesma hora, sem sequer a necessidade de um processo aberto na justiça. Diz-se que elas também poderão revender o carro retomado imediatamente, sem leilão ou travas jurídicas que garantiam ao consumidor algum poder de negociação em tribunais.
A partir de agora será assim: não pagou, "leva guincho", à exemplo do que já acontece nos Estados Unidos.

*CuriosidadeEntenda melhor como funcionam os transportes no Japão Em vários países como o Japão, extintores não são obrigatórios porque o item é considerado "peso morto", pois combater incêndios é coisa para profissionais. O estepe também é diferente dos pneus originais - mais fino e leve, usado somente em emergências, e não uma "quinta roda", como em vários modelos de carros nacionais. Desta maneira o peso dos veículos diminui, possibilitando menor consumo de combustível e maior durabilidade de amortecedores e molas.



Qual foi sua última viagem? Conte pra gente!

Comentários