Chineses amam o Japão - Hobby Trip

Pocket Hobby - www.pockethobby.com - Hobby Trip - Chineses Amam o Japão!
Eles já dominam o mundo, e agora invadem a Terra do Sol Nascente

A Invasão de Turistas Chineses no Japão



Texto: Renato Brandão
Edição: Pocket Hobby

Quando nos referimos a um país exótico, cheio de tradição e cultura como o Japão, é fácil concluir que o turismo certamente gera quantidades exorbitantes de dinheiro; de fato, durante 2014, esse valor chegou a casa dos 900 bilhões de ienes (algo como oito bilhões de dólares). Contudo, se comparado aos 43 bilhões de verdinhas embolsados pela França, por exemplo, a Terra do Sol Nascente parece até um "anão do turismo internacional" (pelo menos o Brasil ainda é "apenas" um anão diplomático...).

Alguns pontos a destacar:

A China, sem dúvida, é o país de origem da maioria avassaladora dos turistas no Japão: cerca de 359 mil chineses aqui chegaram durante o mês de fevereiro deste ano.

Pocket Hobby - www.pockethobby.com - Hobby Trip - Chineses Amam o Japão! - Osaka CastleÉ impossível, atualmente, caminhar nas ruas de Tokyo, Osaka ou Kyoto sem esbarrar com algum chinês (realidade também vista em outros tantos cartões-postais do mundo). Em sua maioria, os turistas da China vem ao Japão à procura dos eletrônicos e produtos de grifes famosas, pois reclamam que em seu próprio país, devido à massiva pirataria de quase tudo, é impossível encontrar determinados bens de qualidade - como, pasmem, fraldas de bebê, televisões ou celulares.

Leia também: Turismo no Japão

A maioria das lojas (Uniqlo, Apple Store, BicCamera) possuem vendedores que falam mandarim, e a desvalorização do iene frente ao dólar tornou o Japão acessível a camada mais rica da população chinesa. Muitos, entretanto, acabam entrando no arquipélago como turistas e permanecem ilegalmente, suportados pela grande comunidade chinesa já instalada aqui.

Apesar do alto número de asiáticos visitando o país, os números estão aquém do esperado pelo governo, que culpa a baixa capacidade hoteleira e o alto custo das viagens dentro do Japão pelo que chamam de "números ruins"; todavia, a principal queixa dos turistas é a completa inexistência de internet grátis (culpa do forte lobby das operadoras de telefonia celular).

O país-sede das Olimpíadas de 2020 espera melhorar sua infraestrutura até lá, mas sabe como é, eu sou brasileiro, e já imagino que após o Rio 2016, a expectativa dos turistas olímpicos já estará baixa o suficiente para todos se encantarem com o Japão...

Confira mais aqui