Vamos a Nagoya Ver Tailandesas?

Quando esportes invadem a música - Hobby Sports


Inexplicavelmente, certas coisas dão mais certo quando juntas: sorvete com calda quente, pipoca com refrigerante, Natal e panetone. É também o caso da união do esporte com a música, que juntos protagonizaram momentos marcantes na História (aquela mesma, com maiúscula). Portanto, resolvemos rememorar aqui alguns dos grandes hits desse encontro de Universos. Será que vocês reconhecem algum?

1- Os dois maiores Michaels de todos os tempos

O basquete sempre foi influenciado pelo Rap e R&B, mas quando Michael Jackson, o Rei do Pop, se juntou com Michael Jordan, o mais valioso jogador da NBA, o auge de ambos produziu uma grande canção - cujo clipe é recheado de referências do esporte, onde o M. Jordan tenta ensinar ao M. Jackson alguns passes, enquanto ele lhe retribui com alguns passos de dança.



2- Essa sim é uma música digna de Copa do Mundo

Que brasileiro nunca sonhou, mesmo em tenra infância, em se tornar jogador  de  futebol?! As pessoas podem mudar de profissão, de cidade, de esposa, namorada ou orientação sexual (cof, cof, Suzane von Rishztopphenn, mas dificilmente mudam de time - e essa faixa (a melhor música do Skank) mostra perfeitamente todo o ritual de um torcedor. Desde a montagem do bandeirão na entrada do estádio até a angústia e sofrimento na espera de soltar a garganta e berrar na hora do gol, o grande momento do futebol...




3- A Copa de la Vida

Ricky Martin era uma máquina de hits da década de 90. Maria (un, dos, trés), She Bangs... Portanto a FIFA acertou em cheio ao colocá-lo para cantar a música da Copa do Mundo de 1998 na França. Levando um ritmo dançante que lembra bastante salsa ou lambada, bastante comum na América Central, fez um grande sucesso, sendo o seu maior êxito até então, fenômeno que foi só alcançado pela gostosissíma Shakira, com Waka Waka pela copa africana em 2010...

Enquanto isso, o Brasil teve uma imitação de Ivete Sangalo, um rapper com nome de cachorro e uma latina que pensa que nossa capital é Buenos Aires... 


4- Até na música Romário supera Ronaldo...

Irreverente, marrento, o baixinho é daqueles que fala muito e se garante, pois de fato "cumpre o que promete". Além de excelente frasista - foi ele quem soltou a pérola "Pelé calado é um poeta" -, foi o melhor jogador brasileiro na década de 90. Romário, o Allejo da vida real, tanto que vem trilhando uma bem sucedida carreira politica sendo, eleito recentemente Senador pelo Rio de Janeiro. Caso comparado com Ronaldo (o gordo), ambos tiveram carreiras esportivas notáveis, mas o rechonchudo muda de opinião de acordo com quem lhe paga mais, enquanto o Baixinho fala o que pensa mesmo que isso lhe cause problemas.



5- La Mano de Dios

Muitos brasileiros se lembram de Maradona como aquele que sempre fala merda do Pelé e que só mesmo os argentinos o acham o melhor do mundo, e mais troladas por essa pseudo-rivalidade Brasil x Argentina movida pelo futebol, mas ele foi um grandíssimo jogador, tanto que fez Nápoles (cidade italiana onde ele jogava) torcer para a Argentina na semifinal da copa de 90 contra a Itália que era sede ao dizer '' Eles (jogadores) só são italianos na época da copa, eu sou napolitano o ano todo".


Se tem um jogo que resume toda a carreira (sem trocadilhos) de Maradona foi Argentina vs Inglaterra, na Copa de 86 (México). Arrasada com a perda das Maldivas para os ingleses, ele "lavou a alma" dos hermanos fazendo o gol mais polêmico de todos os tempos, chamado de "La Mano de Dios", lance que os ingleses reclamam até hoje...

Depois Diego fez o lance mais genial da história do futebol, rompendo do meio de campo, ele foi em direção do gol passando pelo goleiro e consagrando a melhor atuação de um jogador no maior torneio de todos os tempos

Comentários