Eleições 2014 pelo Pocket Hobby - Hobby Extra

 Pocket Hobby - www.pockethobby.com - #HobbyExtra - Eleições 2014



Hoje decidimos não resumir, como de costume, as notícias semanais relevantes, pois é dia de votação no Brasil. Aqui na equipe do Pocket Hobby, temos um jornalista bem velho com convicções políticas baseadas em um único partido; convivemos também com outro integrante mais jovem, que teve sua opinião formada após pesquisa própria. Ambos moram em Estados diferentes. Além disso, do outro lado do planeta, o último desse trio dinâmico não tem obrigação nenhuma de se interessar por nada disso - visto existirem outros assuntos bem mais graves nesse momento, como o Furacão 18 chegando à ilha, conta pra pagar e a possibilidade (bastante real) do Godzila destruir Tokyo semana que vem.

Durante nossas conversas diárias, esse foi um assunto bem presente no grupo, e chegamos a uma conclusão quase conjunta: política no Brasil é uma piada sem graça.

Quase toda mídia tupiniquim defende "levarmos o assunto a sério", clamando pelo "voto consciente", pelo "futuro o Brasil" e repetindo que anular o voto é uma covardia burra e um descaso com a nação. Mas será que esses "influentes formadores de opinião" e "revolucionários de redes sociais" realmente avaliam o atual quadro de candidatos e como funciona de fato a política brasileira?!

Nós duvidamos... 

Usando como exemplo apenas os presidenciáveis (conhecidos em todo o território nacional), será que os militantes "anti-PT" sabem das políticas de privatização e dos inúmeros casos de corrupção em que há "tucanos" envolvidos? Sabem que retirar empresas como a Petrobrás da "nossa" mão é burrice a longo prazo? Tudo bem que ela nunca foi nossa, mas ninguém parece sequer entender as inconsistências da plataforma de todos os concorrentes ao cargo... Será que alguém acha mesmo que qualquer dessas figuras é digna de nos representar internacionalmente?! Nós, pelo menos, duvidamos.

Também duvidamos da capacidade de uma única alma fazer diferença contra mais de 600 Congressistas, menores em poder porém extremamente mais gananciosos - e capazes de tudo.

E quanto aos candidatos "anões" que se tornaram "Pop" nas pela ostentação de níveis homéricos de desinformação e ataques pessoais a outros? Numa ponta, conservadores declarando abertamente imundices homofóbicas (aliás, por que não são presos por esses crimes?!) e incapazes de formular perguntas sobre assuntos previamente sorteados em debates "de fachada"... Na outra, candidatos tão despreparados que vão à público com políticas impraticáveis de "contenção da violência pela liberação da maconha"...

Política não é reality show combinado, onde vota-se no mais polêmico. 

Será que a candidata com cabelos crespos não entende o bastante da sociedade nacional (e internacional) para propor mudanças tão auto-destrutivas?! Será que drogas legalizadas, aborto e privatizações tornarão a noite do Rio de Janeiro mais segura?! Ou a Polícia menos corrupta e violenta?!

Nós duvidamos.

Será que eles acham que nós achamos que o "trabalho" deles é algo a se agradecer, e não simplesmente a obrigação de seus cargos eletivos?

Aqui pensamos que não. Acreditamos que eles são burros e que sua real intenção é nos fazer acreditar que decidimos alguma coisa ao digitarmos alguns números imaginários numa maquininha que um chinês de 6 anos com uma calculadora digital solar é capaz de hackear.

Nós, pelo menos, duvidamos da lisura, legalidade ou autenticidade desta - ou de qualquer outra - eleição. Enquanto existir esta urna eletrônica fraudulenta ou o voto for um dever obrigatório, e não um direito democrático e facultativo, a democracia será apenas um sonho inalcançável - pois nossa liberdade deveria começar do básico.



Compartilhe suas opiniões!

POST RELEVANTE
POST RECOMENDADO
POST MAIS LIDO

POST ANTERIOR




Comentários