Vamos a Nagoya Ver Tailandesas?

The Super Returns: Novos (e velhos) seriados de super-heróis na TV - Hobby Studio

Pocket Hobby - www.pockethobby.com - #HobbyStudio - The Super Returns to TV

Um novo "Boom" para a TV


A história das séries de TV baseadas em quadrinhos de super-heróis começa láááá na década de 60, com o sucesso de Batman e Robin, a clássica série do homem-morcego que originou a clássica paródia “Feira da Fruta”. Após essa, vieram diversas outras como Mulher-Maravilha na década de 70, Lois e Clark nos anos 90 e, mais recentemente, nos anos 2000, Birds of Prey (Fox) e Smallville (o maior sucesso de um canalzinho chamado CW até a chegada de uns tais irmãos Winchester), entre outras.

Então, com o fim da famigerada série do Superboy (titio Sílvio Santos mandou um abraço e um aviãozinho de dinheiro), tivemos um longo período sem NENHUMA série de “supers” em exibição. O sucesso de Crepúsculo (nos cinemas), True Blood (HBO), Supernatural e The Vampire Diaries (os dois últimos também na CW) levou à produção de uma leva de séries com temática sobrenatural, como Grimm (NBC), Teen Wolf (MTV) e, mais recentemente, Hemlock Grove (Netflix), entre outras. E todas tentam pegar um pouquinho da audiência antes da febre passar e o tema saturar.

Mas ninguém contava com a astúcia da Marvel. Após o sucesso dos filmes isolados do Iron Man, de Thor e do Capitão América, a empresa lançou em abril de 2012 o sucesso de bilheteria Os Vingadores, gerando assim o primeiro universo expandido nos cinemas. Enquanto a Marvel se ocupava das telonas, a DC, no entanto, já visava continuar seu reinado nas telinhas, levando ao ar em outubro de 2012 a série Arrow, baseada nos quadrinhos do arqueiro verde, que logo tornou-se um novo sucesso para o canal CW – em grande parte por causa do público feminino e do sex appeal de seu protagonista, é verdade, mas a série é mais do que um corpinho bonito e vale a pena conferir.

Eis que, em 2013, é lançado Marvel’s Agents of S.H.I.E.L.D.. A iniciativa da Marvel criou o primeiro universo cinema-televisão da história, com impactos dos filmes sobre a série e vice-e-versa. A série não teve um sucesso imediato, mas manteve uma audiência que garantiu a renovação da série para sua segunda temporada, que tem previsão de retorno para 23 de setembro.

O sucesso da “iniciativa Vingadores” e Arrow contribuiu para o anúncio de diversas séries de super-heróis para os próximos meses e anos. A maioria nem sequer possui data de estreia. A lista segue:

DC - Gotham (Fox) – 22 de Setembro




DC - The Flash (CW) – 7 de Outubro




DC - Constantine (NBC) – 24 de Outubro




MARVEL - Agent Carter (ABC)
                - Daredevil (Netflix)
                - The Defenders (Netflix)
                - Iron Fist (Netflix)
                - Jessica Jones (Netflix)
                - Luke Cage (Netflix)


DC - Preacher (AMC)
      - Supergirl (CBS)



Gostou?! Aqui tem muito mais!



*Digno de nota: a DC dominou as telinhas e as telonas até Batman – The Dark Knight Rises e a primeira temporada de Arrow. Entretando, graças às recentes investidas da Marvel, tudo indica que os próximos anos serão dela, com um Universo já estabilizado nos cinemas e os atuais investimentos na TV e no Netflix, a não ser que as recentes séries da DC sejam um sucesso e as da gigante da internet flopem. Neste caso, a DC poderia continuar com seu domínio sobre a TV, ainda que o reinado sobre o cinema continuará nas mãos da Marvel durante um bom tempo.

Comentários