Robocraft - Esquadrão "Morri"!

First Person Shooter: simuladores do caos - Play for Hobby

Pocket Hobby - www.pockethobby.com - #PlayForHobby - Vitrine! - First Person Shooter

Simuladores do Caos

O gênero first person shooter é enorme, variado e apaixonante - quem joga é colocado "na visão" de um soldado, bandido ou super-humano, o que for, e desta maneira atira em inimigos, interage com o cenário e vence desafios. É um estilo de jogo extremamente imersivo, que infelizmente ainda está muito limitado tanto pela tecnologia de hardware (após décadas de pesquisa, ainda não conseguiram criar um óculos de realidade virtual decente para esse tipo de game que possa ser vendido em larga escala) quanto pelos próprios controles e consoles disponíveis.

Basicamente, desde Wolfenstein 3D, passando por Minecraft até chegarmos a Battlefield, muita coisa mudou (pra melhor), mas o essencial continua o mesmo: corra, pule e atire.

Somos cada vez mais exigentes com gráficos e jogabilidade: pensando nisso, os desenvolvedores do game Battlefield enviaram dois vídeos ontem, mostrando gameplays do novo Battlefield Hardline - que, pela primeira vez desde o início da franquia, deixa a temática "guerra" de lado para se concentrar nos conflitos urbanos entre polícia e ladrão. Uma aposta arriscada que parece agradar o público especializado.

O primeiro vídeo captura a essência da franquia: velocidade, cooperação, porrada, tiro e bombas. Muitas bombas.


Já o segundo, mais lento, evidencia os maiores problemas do gênero: controles extremamente lentos e imersão limitada - quem está acostumado à jogatina online sabe que velocidade e movimentação frenética garantem a sobrevivência - mesmo quando isso significa abrir um paraquedas ao pular de uma janela no segundo andar.


não espere gráficos como os mostrados no mais novo trailer de Titanfall: Free The Frontier - claramente isso é um clipe que mescla cenas filmadas com atores reais e CGI.


Aliás, esse jogo decepcionou: prometia, antes do lançamento, elevar o gênero a um outro nível, inserindo ficção científica (quem lembra de Battlefield 2142?) parkour e Robôs Gigantes (como diabos algo com Robôs Gigantes pode dar errado?!), mas entregou uma baixa quantidade de jogadores simultâneos no multiplayer online e NPCs com (des)inteligência artificial, o que quase colocou o game no ostracismo.


Mais conteúdo em nossas redes sociais